Com a vitória por 1 a 0 sobre o Tigres do Brasil, na abertura da terceira fase da Copa Rio, no meio dessa semana, o Madureira registrou a marca de 13 partidas invictas na disputa estadual e também na Série D do Brasileiro. O time carioca é o rival de domingo do Operário e vem com o objetivo de garantir ao menos o empate para decidir em casa a classificação para as semifinais da competição nacional. Quem vencer o confronto garante uma vaga na Série C do Brasileiro em 2011.

A empolgação com o time Antonio Carlos Roy, pelo menos por parte da imprensa do Rio de Janeiro, deixaria o Madureira como favorito no confronto. Tanto que em recente matéria em um conhecido portal especializado em esportes foi publicada uma matéria colocando o Fantasma como um dos adversários mais fracos para os cariocas. “Depois de passar pelo Uberaba, o Madureira têm difícil missão na quarta divisão contra o Operário-PR. O vencedor do duelo conquistará uma das vagas para a Série C de 2011. O Tricolor enfrentará o Operário porque este foi o terceiro classificado pelo índice técnico e na teoria pega o time mais fraco dos oito que seguem na disputa”, diz o texto que erra a classificação do Fantasma, que na verdade ficou como o segundo melhor classificado pelo índice.

ARBITRAGEM E JOGO DE VOLTA
A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou para a partida de domingo, às 16 horas no Estádio Germano Krüger, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira. No trio paulista ainda irão trabalhar os assistentes Anderson José de Moraes Coelho e Vicente Romano Neto.

Para o jogo de volta, a CBF confirmou alteração na data e a partida ficou para o sábado, dia 16, às 16 horas no Estádio Aniceto Moscoso, no Rio de Janeiro.

Por Alexandre Costa (Net Esporte Clube – 8/10/2010).

Os comentários estão encerrados.