Sem a realização da Copa Paraná, fantasma pode receber a indicação pela quinta colocação no Paranaense deste ano; clube espera confirmação oficial da CBF

Em clima de decisão, com o jogo de domingo contra o Metropolitano pela Série D do Campeonato Brasileiro, o Operário vive também a expectativa da confirmação de seu nome na disputa da Copa do Brasil em 2011. A oficialização só será feita pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), porém há informações de que a própria Federação Paranaense já teria sinalizado de maneira positiva com a inclusão do time ponta-grossense em mais uma competição nacional.

Foto: Presidente Iurk está bastante confiante em ver o Operário na Copa do Brasil

Presidente Iurk está bastante confiante em ver o Operário na Copa do Brasil

A vaga para o Fantasma viria por conta da não realização da Copa Paraná, competição realizada geralmente no segundo semestre e que serviria de seletiva para o torneio mata-mata. Assim, como nos últimos anos o Estado conta com cinco times na disputa, a quinta colocação no Campeonato Paranaense – que já garantiu a vaga no Brasileiro – seria também o índice utilizado para levar o alvinegro para a Copa do Brasil. Neste ano, os paranaenses no torneio vencido pelo Santos de Neymar, Robinho e Ganso foram Atlético, Londrina e Corinthians Paranaense, além de Paraná Clube e Coritiba pelo ranking da CBF.

“Nós estamos esperando a confirmação oficial, mas estamos confiantes porque pela lógica a vaga é nossa. Se o Paraná tem cinco vagas, temos os três times da capital, o Iraty que foi o quarto colocado e nós que ficamos em quinto no Paranaense”, diz o presidente do Operário, Carlos Roberto Iurk, se mostrando bastante confiante com a indicação do clube para a Copa do Brasil da próxima temporada.

Fantasma consegue empate em jogo treino
No jogo treino realizado na tarde de ontem em Curitiba contra o Atletico-PR, o Operário ficou no 3 a 3. Os gols foram marcados Edenilson, Ícaro e Robert. O treinamento serviu de preparação para o jogo de domingo, pelo Brasileiro da Série D, contra o Metropolitano de Santa Catarina em Ponta Grossa, a partir das 16 horas, no Estádio Germano Krüger.

No lado do time da capital estiveram os reservas mais os jogadores que não atuaram na partida de quarta-feira, quando o Furacão venceu o Ceará na Arena pelo Brasileirão. Pelo Operário, todos os atletas participaram.

Segundo o supervisor Tico, o trabalho no CT do Caju foi dividido em três etapas, com o Operário tendo iniciado com os titulares e depois o treinador Pedro Caçapa fazendo uma série de alterações. “Foi bom principalmente para entrosar o pessoal, com a chegada dos reforços. Foi um trabalho muito bom e importante para o time”, avalia.

e-Mais
A competição acontece normalmente entre fevereiro e julho e tem seis fases, sempre eliminatórias, com jogos de ida e volta. O campeão garante vaga na Taça Libertadores da América.

Por Alexandre Costa (JMNews – 3/09/2010).

Os comentários estão encerrados.