Meta é elevar capacidade oficial do Germano Krüger de 8.940 pessoas para 10 mil e ter condições de receber fases decisivas de competições organizadas pela CBF

Com a possibilidade do Fantasma aparecer entre os finalistas do Campeonato Brasileiro da Série D e na expectativa para a confirmação da vaga na Copa do Brasil em 2011, os dirigentes do Operário trabalham nos bastidores para oficializar a ampliação da capacidade do Estádio Germano Krüger. Todos as ações visam garantir uma nova mediação, que daria condição da ‘casa do torcedor operariano’ receber em condições de segurança as 10 mil pessoas exigidas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para as fases finais de suas competições.

Foto: Estádio Germano Krüger deve ter grande teste para ampliação de capacidade neste domingo na partida entre Operário e Madureira pelas quartas de final da Série D

Estádio Germano Krüger deve ter grande teste para ampliação de capacidade neste domingo na partida entre Operário e Madureira pelas quartas de final da Série D

De momento, a capacidade liberada para as disputas pela Polícia Militar e pelo Grupamento de Bombeiros seria de quase 8.940 pessoas. Porém, o próprio site oficial da Federação Paranaense de Futebol divulga como sendo de 10 mil pessoas.

Em um trabalho como de uma auditoria independente, o clube faz a coleta de informações e solicita os novos laudos para encaminhar e apresentar para a Polícia Militar e o Grupamento de Bombeiros, responsáveis pela liberação do aumento de capacidade. O empresário Dorli Michels, gestor do departamento de futebol do Operário, já confirmou anteriormente a realização desses trabalhos e esteve reunido com engenheiros recentemente para dar seguimento ao projeto.

De acordo com o presidente do clube ponta-grossense, Carlos Robertou Iurk, houve o encontro para se definir os trabalhos e a meta é sim garantir a ampliação o mais breve possível. E ele reforça que essa mudança deve acontecer sem mudanças no estádio, até por conta da real capacidade do espaço. “Temos sim condições de receber 10 mil pessoas com segurança, como já aconteceu recentemente”, conta.

Capacidade maior
Regulamentos confirmam exigências em estádios
No regulamento geral de competições, emitido no final de 2009 para as disputas nesta temporada, a CBF o artigo 24 do capítulo VI traz a informação que as partidas do campeonato somente poderão ser jogadas em estádios que obedeçam à capacidade de público conforme as orientações da entidade. Mas, elas garantem a manutenção dos pedidos já feitos para este ano pelo regulamento da Série D onde para as primeiras quatro fases não há capacidade mínima exigida, sendo que para a quinta e sexta fases (semifinais e finais) os estádios deverão ter capacidade mínima de 10 mil espectadores em lugares sentados e sistema de iluminação adequado para partidas noturnas.

No regulamento geral de competições também são indicadas as exigências para 2011, com a Série D tendo a capacidade mínima de 5 mil pessoas nos estádios para as fases iniciais e de 10 mil para a fase final. No caso da Copa do Brasil, o limite mínino para os estádios é de 5 mil espectadores para a fase final e de R$ 15 mil para as fases de semifinal e final.

Por Alexandre Costa (JMNews – 6/10/2010).

Os comentários estão encerrados.