Gestor ressalta que Operário só participa do campeonato brasileiro se tiver suporte financeiro de patrocinadores

A participação do Operário Ferroviário na Série D do Campeonato Brasileiro está condicionada a viabilidade financeira do projeto. Pelo menos esta é a opinião do gestor Franco Menezes, que declarou que o clube precisa de mais apoio da cidade para que a presença na competição nacional seja confirmada.

O Operário Ferroviário garantiu a vaga depois de empatar em 1 x 1 com o Paraná Clube, em Curitiba pela última rodada do Campeonato Paranaense. O clube ponta-grossense garantiu o quinto lugar no estado e a segunda vaga do Paraná na competição nacional.

Antes apontada como a principal meta do clube no campeonato, a participação da equipe na Série D do Nacional ainda não está garantida. O empresário e gestor Franco Menezes declarou que será feito um novo planejamento da realidade do clube, a partir das estimativas de receitas e despesas para a disputa no segundo semestre, já que a Série D está prevista para começar em 17 de julho, após o término da Copa do Mundo 2010. Com problemas para fazer os últimos pagamentos de salários e premiações aos jogadores, os gestores querem evitar um prejuízo ainda maior com a participação em uma competição nacional. “Existem algumas pendências com jogadores, mas nesta terça-feira boa parte dos débitos serão quitados”, garantiu o gestor.

Vista como a solução financeira de boa parte dos clubes do estado, a renda vinda dos ingressos nos jogos em casa, é analisada com precaução pelos empresários. “Nós não podemos mais planejar a gestão do clube apostando na arrecadação dos jogos. Porque é arriscado, nós tivemos uma queda na média de público de 1,3 mil pessoas, se comparamos a Divisão de Acesso a Primeira Divisão”, alegou Menezes.

No entanto, mesmo com a queda acentuada, o Operário teve a melhor média de público entre os clubes do interior. A média do Fantasma foi de 3.968 pagantes em nove jogos, enquanto que o Irati, campeão do interior, teve um público médio de 1.107 pagantes em 12 partidas disputadas em casa.

Fantasma empata no final
O Operário Ferroviário saiu na frente do Paraná na Vila Capanema. Aos 42 minutos do primeiro tempo, o zagueiro Rodrigo De Lazzari marcou de cabeça após o goleiro Juninho dar o rebote em uma jogada de escanteio cobrado por Davi Ceará. O Paraná Clube chegou ao empate no fim do jogo, aos 43 minutos. Diego cruzou e Wellington Silva cabeceou pro gol depois que De Lazzari falhou e não conseguiu afastar.

Por Alexandre Costa (JMNews – 27/04/2010).

Os comentários estão encerrados.