Treinador Caçapa reforça que Fantasma precisa ganhar jogo ‘de vida ou morte’ para poder ficar mais perto da vaga na Série D do Campeonato Brasileiro

O Operário Ferroviário tem hoje mais uma decisão no Campeonato Paranaense de Futebol. A partida contra o Paranavaí, às 16 horas, também será a despedida do time no Estádio Germano Krüger. Em campo, o Fantasma precisa da vitória para só depender dele na rodada final para garantir a vaga na Série D do Brasileiro – que terá as disputas já no segundo semestre.

Com dois pontos a menos do que o rival, o alvinegro tem de garantir os três pontos no confronto direto para não depender de outros resultados no último jogo – quando vai encarar o Paraná Clube, na Vila Capanema, em Curitiba. “Nós temos de ganhar esse jogo que é de ‘vida ou morte’. Vamos levar esse jogo como uma final, pois vale uma vaga na Série D”, enfatiza o treinador Pedro Caçapa.

Para o duelo, o técnico vai promover mudanças. Algumas já eram esperadas, como os retornos de Leonardo, recuperado de lesão, e de Gilson e Baiano, que cumpriram suspensão. João Renato que também retorna ao time terá função diferente, já que com Serginho Paulista de fora pelo terceiro amarelo vai improvisado com volante. No meio de campo é que vem a principal dúvida do treinador. Ceará pode perder a vaga de titular para Marcelinho. Com isso, o time que vai para campo será formado por Osmar; Cassiano, Leonardo, Rodrigo De Lazzari e Gilson; Dario, João Renato, Serginho Catarinense e Ceará (Marcelinho); Clênio e Baiano.

“Nós temos uma responsabilidade muito grande e sabemos que estamos devendo para a torcida. Tivemos algumas falhas, mas estamos com o grupo fechado e vamos em busca da vaga nesse que é um confronto direto”, disse o meia Serginho Catarinense.

Por Alexandre Costa (JMNews – 17/04/2010).

Uma resposta a JMNews: Operário faz despedida do Paranaense em casa

  • Boa Tarde, estou fazendo uma campanha para que o Campeonato brasileiro da Série D passe a contar com 64 clubes.Além dos 4 clubes rebaixados da série C do ano anterior e dos 36 clubes indicados pelas Federações Estaduais. Passariam a ter participação garantida no torneio os 4 clubes eliminados na fase quartas de final do torneio anterior. Além dos 20 clubes melhores classificados no Ranking Nacional de Clubes dentre os clubes que não obtiveram a vaga através das outras formas de acess à competição. Gostaria de saber a opinião dos senhores sobre o assunto e se possível a divulgação da idéia.
    GRATO
    Antônio de Pádua Carneiro Junior
    site:http://seried64clubes.blogspot.com/