Time quer seguir com 100% de aproveitamento nos jogos em Ponta Grossa para garantir melhor classificação para as quartas de final do Brasileiro da Série D

A campanha vitoriosa em casa – com 100% de aproveitamento no Campeonato Brasileiro da Série D – e o resultado positivo obtido contra o mesmo Joinville na primeira fase são usados pelo Operário para confirmar a boa expectativa para o jogo de hoje no Estádio Germano Krüger. A meta é garantir o resultado positivo contra os catarinenses e ficar, no mínimo, com a segunda melhor campanha entre os oito classificados para as quartas de final da competição nacional. A partida acontece a partir das 16 horas, com ingressos a R$ 20 para a geral e R$ 50 para cadeiras e área coberta.

Foto: Lateral Péricles, de colete, é uma das novidades do time que joga hoje contra o Joinville

Lateral Péricles, de colete, é uma das novidades do time que joga hoje contra o Joinville

Com o 0 a 0 do primeiro jogo, o mesmo resultado leva a decisão para os pênaltis. Um empate com gols classifica os visitantes e quem ganhar fica com a vaga e a vantagem de decidir em casa a próxima fase. “Temos que manter esse 100%. Essa é a nossa meta para ter vantagens na sequência do campeonato”, destaca o zagueiro e capitão do Operário, Rodrigo De Lazzari.

Outro ponto destacado pelos jogadores é o apoio da torcida, esperada em maior número do que nas partidas anteriores neste Brasileiro. “Queremos a vitória com o apoio da torcida para manter a boa fase e garantir um pouco mais de tranquilidade para a reta final, já que até agora foi só pedreira para nós”, brinca o zagueiro Leonardo, que volta a jogar em Ponta Grossa após quase dois meses por conta de contusão.

Já o atacante Ícaro, que faz a sua segunda partida em Ponta Grossa, espera convencer a torcida com uma boa apresentação. Ele que marcou fora quer agora balançar as redes no Germano Krüger. “É sempre bom jogar ao lado da torcida e se Deus quiser faremos um bom jogo. E se sair o gol quero ir comemorar com eles”, diz o jogador.

TIME
O treinador Pedro Caçapa já antecipou que vai escalar o time no 3-5-2. Sem Ivan, Rogerinho, Cassiano e Fabiano – que levou o terceiro amarelo por conta de um erro do árbitro, segundo o departamento de futebol do Operário, ele confirmou os substitutos sem novidades. Osmar fica no gol; Na direita jogará Romerito com Péricles pela esquerda. O trio de zagueiros fica com Vinicius, Rodrigo De Lazzari e Leonardo. O meio vai com os volantes Cambará e Diego Zanuto, com Edson Grilo na armação. Ícaro e Baiano fecham o ataque.

escalação
Rival terá duas mudanças no time
Segundo as informações repassadas pela imprensa de Joinville, o time catarinense terá duas mudanças em relação ao grupo que jogou com o Operário e ficou no 0 a 0 no último fim de semana. Rafael Tesser está fora e Daniel joga em seu lugar na lateral direita. Já no meio, Neném que começou jogando no meio deve ficar no banco. Ricardinho e Marcelo Silva serão popupados dos dois confrontos contra os ponta-grossenses.

A previsão é de que o time entre em campo com três volantes e a seguinte formação: Fabiano; Daniel, Souza, Fernando, Eduardo; Carlinhos Santos, Luís André, Paulinho Dias (Neném) e Marcelinho; Pantico e Éder.

Por Alexandre Costa (JMNews, Net Esporte Clube – 2/10/2010).

Os comentários estão encerrados.