reeleito, Carlos Roberto Iurk teve aprovação da maioria dos associados e venceu a disputa com Amadeu dos Santos

Com mais de 80% dos votos registrados na eleição do último sábado, Carlos Roberto Iurk garantiu sua reeleição à frente do Operário Ferroviário por mais dois anos. Agora fica a promessa de muito trabalho para garantir melhorias na parte social do clube e a manutenção de uma equipe forte para 2011, quando o clube ponta-grossense entra nas comemorações do seu centenário.

Foto: Iurk: temos a missão de trabalhar para termos a parte social e o futebol fortes no ano do centenário

Iurk: temos a missão de trabalhar para termos a parte social e o futebol fortes no ano do centenário

Nas eleições – que além de Iurk teve ainda Amadeu dos Santos como o candidato de oposição – , 207 dos cerca de 450 associados foram às urnas e confirmaram a intenção de se manter o atual projeto. “Foi uma aprovação muito boa, mas também nos dá mais responsabilidade. Mas digo que estou sentindo um prazer muito grande. Pois, mesmo com anos e anos de experiência sempre dá aquele frio na barriga. Nunca menosprezamos ninguém e a disputa interna é boa para o clube e para o associado. Felizmente saímos vitoriosos e agora é trabalhar bastante”, avalia.

Agora, Iurk vai entrar o próximo ano chegando ao seu sexto mandato à frente do alvinegro. Foram três gestões na década de 90 e agora vai para a terceira consecutiva. Nesse meio tempo viu o time cair para a segunda divisão, parar com o futebol por mais de 10 anos e agora de volta às principais competições do Estado e do país. “A meta é sempre trabalhar a parte social e o futebol profissional. São duas frentes que temos que trabalhar bastante para que possamos ter os resultados esperados”, diz Iurk, ao revelar que já estuda a realização de projetos de fortalecimento da parte social, de reformas e ampliação do Estádio Germano Krüger e de manutenção de um grupo forte nas disputas do futebol.

Por Alexandre Costa (JMNews – 14/12/2010).

Os comentários estão encerrados.