Operário encara o Madureira nesta tarde, a partir das 16 horas, em Ponta Grossa, e quer levar vantagem para o Rio de Janeiro para a decisão da vaga na Série C em 2011

O dia 10 de outubro entra no calendário do Operário como o jogo mais importante do clube na temporada 2010 (para muitos será o ‘maior’ jogo dos últimos anos para o time ponta-grossense). O desafio contra o Madureira em Ponta Grossa neste domingo ainda é só o primeiro confronto na fase de quartas de final do Campeonato Brasileiro da Série D, mas já pode dar mostras do que o Fantasma é capaz. E para a torcida, a confiança é total na difícil batalha por um lugar na Série C.

Foto: Baiano quer voltar a marcar e garantir a festa para o torcedor ponta-grossense

Baiano quer voltar a marcar e garantir a festa para o torcedor ponta-grossense

O trabalho foi feito pela diretoria, pelo gestor de futebol, pela comissão técnica e principalmente pelos jogadores em campo. No entanto, agora são dois times e apenas um avança na briga pelo título e por um lugar na terceira divisão nacional. Com a previsão de estádio cheio, os ponta-grossenses confiam na raça e na vontade dos comandados do técnico Pedro Caçapa para comemorarem o resultado positivo que dá vantagem para a partida do próximo sábado no Estádio Aniceto Moscoso, no Rio de Janeiro.

Para esse o jogo, o treinador Caçapa vai poder contar com o que tem de melhor no elenco. O único suspenso é o lateral esquerdo Péricles, que já vinha na reserva. Os principais reforços serão os jogadores que cumpriram suspensão contra o Joinville – o goleiro Ivan, o lateral direito Cassiano, o lateral esquerdo Rogerinho e o zagueiro Fabiano.

“Sabemos das dificuldades que teremos, mas são dois jogos e a equipe tem se comportado bem nessas decisões que tivemos. Temos que ganhar, até por jogarmos em casa, mas também é preciso tranquilidade. É preciso ter inteligência e saber aproveitar as oportunidades criadas e converter em gol. Temos que buscar a vitória, mas se é importante ganhar, o mais importante ainda é não tomar gol”, analisa o treinador.

Para o atacante Baiano, a missão é vencer. “O elenco está tranquilo, mas sabemos que temos que ganhar em casa. Queremos o estádio cheio para garantir os três pontos e levar a vantagem para o Rio de Janeiro”, finaliza.

INGRESSO
O torcedor que ainda não comprou o seu ingresso ainda pode procurar as bilheterias do Estádio Germano Krüger ainda na manhã de hoje. O valor é de R$ 20 para a arquibancada geral e de R$ 50 para as cadeiras e área coberta, com direito à meia-entrada. Em campo, o trio de arbitragem escalado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) é paulista. O árbitro Luiz Flávio de Oliveira vai atuar juntamente com os assistentes Anderson José de Moraes Coelho e Vicente Romano Neto. A partida acontece às 16 horas.

Por Alexandre Costa (JMNews – 10/10/2010).

Os comentários estão encerrados.