Operário faz partida em casa no sábado contra o Joinville buscando a vitória para levar a vantagem de decidir em Ponta Grossa a fase das quartas de final

O empate em 0 a 0 com o Joinville, em Santa Catarina, deixou o Operário em boa situação para garantir a melhor campanha entre os oito times que seguirão na disputa pelo título do Campeonato Brasileiro e também por uma das quatro vagas na Série C em 2011. A meta é ficar ao menos entre os três primeiros para conquistar vantagens – como a de fazer o jogo de volta em casa – nas quartas de final. E para conseguir isso tem de manter o trabalho que vem fazendo que é vencer as partidas em casa. Até agora, o time mantém o 100% de aproveitamento, com quatro jogos e quatro vitórias no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.

Foto: Goleiro Ivan foi um dos destaques na partida contra o Joinville

Goleiro Ivan foi um dos destaques na partida contra o Joinville

Após a rodada do fim de semana, o Joinville soma 18 pontos e tem a melhor campanha entre os 10 classificados para a terceira fase. O Uberaba que foi derrotado caiu para segundo, com 17 pontos, juntamente com Operário e Madureira. A vantagem do time mineiro é no saldo de gols (11 positivo) contra dois do Operário e um do Madureira. Porém, o problema para os mineiros é que em casa levaram 3 a 1 do Madureira e mesmo classificados podem ficar em situação pior na ‘tabela’.

Para o Operário resta garantir a vitória na partida confirmada pela CBF para sábado agora, a partir das 16 horas, em Ponta Grossa para ficar no mínimo com a segunda melhor campanha, já que ultrapassa no número de pontos o Joinville. E dependendo da combinação, a vitória garante até mesmo o primeiro lugar. “Temos que trabalhar para terminar mais na frente possível e ter as vantagens que o regulamento oferece”, analisa o gestor do departamento de futebol do Operário, Dorli Michels.

Foto: Luciano Mendes

ESTÁDIO
Ainda que o Operário tenha mais um jogo contra o Joinville, a preocupação é também de conseguir adaptar o estádio para caso de classificação na sequência para a semifinal e a final. De acordo com o regulamento, o tamanho mínimo do estádio é de capacidade para 10 mil pessoas e hoje o Germano Krüger teria lugar para 8.940 torcedores. “Está já sendo providenciada uma nova medição e que será apresentada para Polícia Militar e Bombeiros para garantir a estrutura mínima pedida pela Confederação Brasileira de Futebol”, disse o gestor de futebol Dorli Michels.

Por Alexandre Costa (JMNews, Net Esporte Clube – 28/09/2010).

Os comentários estão encerrados.