Primeiros três pontos com apoio da torcida garantiram mais tranquilidade ao Operário; próximo desafio será no sábado, fora de casa, contra o Oeste, em SP

A vitória apertada sobre o Joinville (1 a 0 no último domingo) foi muito comemorada pelos jogadores e pela comissão técnica, mas agora o foco já está no próximo desafio do Operário Ferroviário no Campeonato Brasileiro. O time ponta-grossense vai até São Paulo encarar o Oeste de Itápolis no sábado e a ordem é a busca pela regularidade na competição.

Os treinos seguem normalmente até sexta-feira, quando está programada a viagem do elenco. A única preocupação de momento é o meia Rilber, que saiu no intervalo do jogo ao sentir uma lesão. Contudo, deve estar entre os titulares para que o treinador Pedro Caçapa possa manter o mesmo time pelo segundo jogo consecutivo e assim também garantir mais ritmo ao grupo.

Foto: Edenilson comemora gol da vitória com a torcida

“Futebol tem que manter regularidade. Nossa equipe teve altos e baixos e não pode. É preciso manter o mesmo nível e os jogadores precisam ter mais coragem de chegar à frente. Fizemos o gol e recuamos e então falamos que os jogadores precisam conversar dentro do campo. O time ficou atrás e o Joinville veio para cima”, disse Caçapa, após a vitória no Estádio Germano Krüger, que recebeu aproximadamente 2,9 mil torcedores.

E por essa necessidade de se buscar a regularidade e os resultados positivos, o treinador não deu folga para os seus comandados. “Agora tem de melhorar sempre, procurar sempre cobrar dos jogadores. Não tem nenhum bicho papão no grupo, pois é tudo muito igual e os jogos sempre serão difíceis. E assim tem de fazer a diferença em alguma coisa e é preciso então fazer os gols quando tiver chance para não ficar tomando sufoco”, cobra o treinador do Fantasma.

e-Mais
A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já confirmou a escala de jogos do fim de semana. Pela terceira rodada, o Fantasma encara o Oeste no Estádio Municipal dos Amaros, em Itápolis, às 19h30 de sábado. O trio de arbitragem será do Mato Grosso do Sul. No apito ficará João Lupato, que será auxiliado por Murilo de Souza e Ezequiel Barbosa Alves.

Por Alexandre Costa (JMNews – 28/07/2010).

Os comentários estão encerrados.