O treinador Norberto Lemos muda equipe novamente e saca o goleiro Danilo para entrada do experiente Osmar

O Operário terá duas estreias para o jogo de amanhã contra o Engenheiro Beltrão, no estádio Germano Krüger, às 16h40. O meia-armador Marcelinho, com passagem pelo Figueirense, e o atacante França, que veio da categoria de base do Santos, estão com a documentação em ordem junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e já treinaram entre os titulares. Ambos estão confirmados na equipe que inicia o confronto. Outra mudança está no gol. O goleiro Danilo, que estava sendo alvo de críticas por parte dos torcedores, foi sacado da equipe titular para a entrada do experiente Osmar, de 38 anos, com passagens pelo Fantasma nos anos 90 e no começo dos anos 2000.

“O Danilo é um excelente goleiro. Mas ele está precisando esfriar a cabeça e se recuperar. Nós damos apoio a ele e queremos que ele melhore desse momento de instabilidade. Optamos pelo Osmar pela experiência do atleta e pelo fato de saber como é jogar com a camisa do Operário”, explica o treinador do Fantasma, Norberto Lemos. No treino de ontem, o técnico poupou o lateral-direito Lisa do coletivo, mas o atleta está confirmado para o jogo. “Nós poupamos o Lisa para que ele se recupere de uma dor que estava sentindo na coxa. Mas ele vai para o jogo”, afirma.

Por outro lado, o atacante Baiano segue fora. Após entrar em campo contra o Coritiba ainda sentindo dores no tornozelo direito, o atancate Baiano acabou voltando a sentir a lesão no tornozelo direito em uma dividida na metade do segundo tempo da partida. O jogador irá se tratar no departamento médico do Atlético-PR.

Já o atacante Clênio, contratado pelo Operário, ainda tem pendências trabalhistas com seu antigo clube, o Paraná Clube. A expectativa é de que a situação se resolva ao longo da próxima semana para o jogador, que se apresenta hoje ao Fantasma, iniciar os treinamentos junto com o restante do elenco.

Sobre a necessidade de vencer em casa, Lemos é enfático: “temos que sair com os três pontos”. “Nós estamos em uma situação complicada. Temos que entrar em campo para ganhar. Nosso único ponto a favor no momento é a força da torcida”, ressalta o treinador.

Lemos irá manter o esquema 3-5-2, com a três zagueiros e dois volantes. E também já praticamente confirma o time que irá iniciar a partida contra o Engenheiro Beltrão: Osmar; Flamarion, João Renato e Leonardo; Lisa, Serginho Paulista, Serginho Catarinense, Marcelinho e Digão; Dyego Souza e França. Reencontro não irá acontecer.

O treinador com passagem pelo Operário, Rodrigo Cascca não irá reencontrar seu ex-clube neste domingo. Cascca foi demitido do Engenheiro Beltrão na tarde de quinta-feira. Ele já tem seu nome veiculado como possível técnico de algumas equipes do Paraná. O Rio Branco, que demitiu seu técnico na quarta-feira, já surge como grande interessado na ida de Cascca para dar continuidade aos trabalhos no Campeonato Paranaense.

Além do Rio Branco, duas equipes que disputarão a Divisão de Acesso do Estadual deste ano, já mantiveram contato com Rodrigo, e as conversas e negociações já começaram,inclusive em fase bem adiantada.

e-Mais

Devido às elevadas temperaturas no Paraná, a Federação Paranaense de Futebol orientou os árbitros escalados para o Campeonato Paranaense, caso entenda necessário, sejam destinados três minutos de cada tempo de jogo para a hidratação dos atletas.

Por Diego Antonelli (JMNews – 6/02/2010)

Os comentários estão encerrados.