No tão aguardado anúncio da comissão técnica do Operário, Hamilton Oliveira, o novo técnico do Operário, se apresentou e cumpriu praxe, falando em levar o time ponta-grossense novamente à Série D do Campeonato Brasileiro. “Fiquei feliz em receber a proposta, a camisa do Operário, a campanha de 2010 e oportunidade de disputar um Estadual como o Campeonato Paranaense, em clube secular, tudo contribuiu para aceitar esse desafio. Trabalhamos com metas curtas, e o objetivo é colocar o Operário o mais perto possível do topo. Co­meçamos um trabalho já na semana passada e no domingo iniciamos a pré-temporada, com um grupo quase fechado”, disse.

Foto: METAS Hamilton Oliveira, novo treinador do Operário, fala em colocar a equipe entre os melhores do Estadual no ano que vem

METAS Hamilton Oliveira, novo treinador do Operário, fala em colocar a equipe entre os melhores do Estadual no ano que vem

Hamilton chega ao Ope­rário após ter passagens pelo futebol carioca, em categorias de base e auxiliar do profissional em grandes clubes, além de uma passagem de relativo destaque no Olaria, quando levou a equipe suburbana da Segunda Divisão à elite estadual.

Junto do novo treinador, foi apresentado Jair Pe­reira, técnico com passagem por grandes clubes nas décadas de 80 e 90, e que irá desempe­nhar no clube ponta-grossense a função de coordenador técnico, auxiliando Hamilton na montagem do elenco e também na preparação da equipe para a disputa do Estadual. “Não podemos errarmos na escolha de jogadores que serão contratados. Não é uma interferência no trabalho do Hamilton, sempre a última palavra será do técnico. O primordial é escolher os jogadores que deem condições para trabalhar. O primeiro objetivo tem que ser o Paranaense, mas sabemos que podem chegar além do já chegamos, sem vaidade, fazer daqui uma família e ter consciência de que o Operário é maior do que todos”.

Dos jogadores que irão compor o elenco alvinegro no estadual, parte deles virão das categorias de base do chamados ‘grandes’ do Rio de Janeiro, como Flamengo, Botafogo e Vasco. “Estaremos ‘importando’ dos clubes do Rio de Janeiro o setor ofensivo principalmente, mas todos, antes, serão avaliados pelo Hamilton, que irá decidir se terão condições de incorporar o elenco”, explicou Dorli Michels, que citou entre os jogadores já certos para o elenco do ano que vem os goleiros Ivan, Osmar e Filipe, os zagueiros Vinícius e Fabiano, os laterais Gilson e Péricles, os meiocampistas Zé Leandro, Dario, Cambará, Serginho Paulista, Grilo e Rilber, além de ainda estarem negociando com Rodrigo De Lazzaria, que teria proposta de um clube da Série B nacional e o atacante Ícaro.

Por fim, Hamilton minimizou uma suposta dificuldade em se adaptar ao futebol paranaense. “Já passei por aqui, como auxiliar no Atlético-PR, no Juventude, sei que é um futebol de força, mas tem que trabalhar eu tempo vai dizer sobre isso”, finalizou.

Por Jeferson Augusto (Diário dos Campos – 1/12/2010).

Os comentários estão encerrados.