Com a pendência do anúncio do nome do técnico do Operário, uma reforma parcial do gramado do Germano Krüger ganha status de novidade em Vila Oficinas. Na próxima segunda-feira a mesma empresa responsável pela troca do gramado no ano passado (que gerou polêmica por não ter ficado pronta a tempo do clube ponta-grossense estrear em casa no Paranaense) retorna à Vila Oficinas, desta vez para iniciar um trabalho de ‘correção’ do gramado.

De acordo com a gerência de futebol do Operário, serão feitos alguns reparos no gramado, que ainda na disputa do Campeonato Brasileiro já apresentava problemas e gerava reclamação até mesmo do elenco e comissão técnica alvinegra. “Vão ser feitas algumas melhorias, pontuais, uma correção mesmo, principalmente de alguns pontos onde apresentavam alguns desníveis”, explicou Dorli Michels.

Foto: REPAROS Germano Krüger sofrerá reparos para receber jogos do Paranaense do ano que vem

REPAROS Germano Krüger sofrerá reparos para receber jogos do Paranaense do ano que vem

Reformas nas demais partes do Germano Krüger, segundo Dorli, ‘ficam para um segundo momento’.
Curiosamente, reparos no estádio alvinegro estão incluídas na pauta de propostas dos dois candidatos à presidência do clube. Tanto Carlos Roberto Iurk, que busca seu terceiro mandato, como Marcos Zampieri, oposição, incluíram em suas propostas reformas na estrutura do estádio.

No próximo mês deve acontecer a vistoria da Federação Paranaense de Futebol (FPF), prevista para ocorrer antes do início do Paranaense 2011 e que tem como objetivo avaliar os locais de jogos do Estadual. No ano passado, a vistoria da FPF vetou o Germano Krüger para a partida de estreia. Assim como em 2010, no ano que vem o alvinegro faz sua primeira partida em casa, desta vez, no dia 16 de janeiro, contra o Coritiba.

Treinador
O anúncio do nome do novo técnico do Operário Paranaense se transformou em novela. Ontem, seguindo o protocolo dos últimos dias, não foi anunciado o nome de quem irá comandar o clube ponta-grossense.

Seguem as especulações sobre quem seria o comandante alvinegro, e o discurso adotado por Dorli já não inclui uma data para o anúncio da comissão técnica. “Ainda temos uma indefinição quanto ao treinador e não trabalhamos com uma data limite. O acerto depende de muitos pontos”, justifica o dirigente.

Os comentários estão encerrados.