Após mais uma derrota, Operário precisa vencer próximos jogos para se classificar para o Brasileiro; jogo com o Paranavaí, em casa, no fim de semana passa a ser confronto direto

A campanha sem nenhuma vitória no octogonal decisivo do Campeonato Paranaense não alijou o Operário da disputa por uma das vagas à Série D do Campeonato Brasileiro, mas obriga o alvinegro a ver seus dois últimos compromissos no Estadual como obrigação de vitórias em nome de um calendário ativo no segundo semestre. A derrota para o Coritiba, no domingo, por 2 a 0, não chegou a complicar ainda mais a situação do clube ponta-grossense, que contou com a derrota do Paranavaí para o Atlético no sábado para ver suas chances de classificação para o Campeonato Brasileiro ainda vivas.

Na próxima rodada os dois postulantes a uma das vagas no nacional se encontram no Germano Krüger. Uma vitória em casa é fundamental para o alvinegro, que ultrapassaria o Paranavaí e entraria na última rodada na quinta colocação.

Porém, os dois pontos a menos que o seu próximo adversário obrigam o Operário a vencer não apenas o Paranavaí, mas também a somar pontos na última rodada do campeonato, quando encara o Paraná Clube, fora de casa. Se perder seu último compromisso, o alvinegro pode ver escapar a vaga para o seu concorrente direto, que encara o já sem qualquer ambição Corinthians-PR, em Paranavaí.

Diante deste cenário, a agremiação de Vila Oficinas vê seu próximo compromisso como uma decisão direta, cujo vencedor dará um passo significativo em direção à quarta divisão nacional.

Para esta partida tão importante, já que os ponta-grossenses colocaram como meta ? antes mesmo do início do campeonato ? obter uma vaga no Brasileirão, o técnico Caçapa terá desfalques. O primeiro, e talvez mais importante é o lateral-direito Lisa. As negociações com o Atlético-PR vingaram, e o jogador se apresentou ontem ao CT do Caju, onde deverá ficar por pelo menos 90 dias, período de empréstimo fixado entre os clubes. Lisa, inclusive, pode estrear com a camisa rubro-negra já amanhã, na partida de ida com o Palmeiras, no Parque Antarctica, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Com isso, Cassiano deve assumir a ala-direita. Outro desfalque certo é Serginho Paulista. O volante recebeu o terceiro cartão amarelo, e Caçapa não conta com muitas opções para o setor. Em compensação o técnico deverá ter os retornos de Baiano e João Renato, que ganham condição de jogo após cumprirem suspensão diante o Coritiba, além da expectativa em torno da volta de Leonardo para a zaga, afastado por problema de lesão.

Por Jeferson Augusto (DCMais – 13/04/2010).

Os comentários estão encerrados.