O Operário conhece o Joinville mais do que qualquer outra equipe do futebol paranaense. Hoje, às 16 horas, o alvinegro encara o tricolor catarinense pela quarta vez, em menos de três meses. Nenhuma outra equipe do Paraná enfrentou tantas vezes o Operário este ano.

O retrospecto aponta para um equilíbrio entre os dois times, foram um empate e uma vitória para cada lado, com leve vantagem para o time de Santa Catarina, que marcou um gol a mais que o Operário.

Quem vencer hoje à tarde se firma como uma das melhores campanhas entre os finalistas da Série D do Campeonato Brasileiro. Apesar de ambos já estarem classificados para as quartas de final, Operário e Joinville consideram uma vitória hoje fundamental para encarar um adversário, em tese, mais fraco no duelo que valerá vaga na Série C do Campeonato Brasileiro. Por causa de um regulamento singular, ainda existe uma remota possibilidade de os dois times voltarem a se enfrentar, justamente na próxima fase da competição.

Foto: RETORNO Operário, de Baiano, volta a atuar em casa, depois de quase um mês

RETORNO Operário, de Baiano, volta a atuar em casa, depois de quase um mês

A partida de hoje também marca o reencontro do Operário com sua torcida. O alvinegro não atua em seu estádio a quase um mês, desde o dia 5, quando venceu o Metropolitano, por 1 a 0.

Reencontro celebrado pelo elenco, sobretudo por quem está ainda mais tempo sem pisar no gramado do Germano Krüger em uma partida oficial. “Jogar aqui é mais gostoso e faz tempo que não jogo em casa. É bom voltar, ainda mais em um jogo importante”, comemora o zagueiro Leonardo, que, exceto pelos poucos minutos finais que entrou na vitória sobre o Metropolitano, não joga em Vila Oficinas desde o dia 8 de agosto.

Voltar a jogar diante de seu torcedor é comemorado até mesmo por quem por pouco tempo atuou no Germano Krüger. Ícaro, reforço para a segunda fase, jogou 70 minutos contra o Metropolitano, em sua estreia com a camisa alvinegra. “É importante essa volta, a gente sempre quer ficar perto da torcida, por causa do apoio, de preferência marcando um gol, já que aqui eu ainda não fiz nenhum”, diz o centroavante, fazendo referência aos dois gols já anotados pelo Operário, mas na casa do Metropolitano.

O Operário deverá começar jogando com Osmar, Vinícius, De Lazzari, Leonardo; Romerito, Diego Zanuto, Cambará, Edson Grilo e Péricles; Baiano e Ícaro.

CONFRONTOS DA 3ª FASE
Hoje
Madureira x Uberaba
Brasília x Araguaína-TO
Operário x Joinville
Vila Aurora-MT x América-AM
S. Correa-MA x Guarany-CE

Por Jeferson Augusto (DCMais – 2/10/2010).

Os comentários estão encerrados.