20100526-treinos-dcmais

Diretoria aguarda fechar com jogadores nos próximos dias e cronograma põe início dos treinos dia 7 de junho

A volta das atividades em Vila Oficinas já tem data para recomeçarem. A diretoria do Operário Ferroviário pretende ter um elenco pronto nos próximos dias e começar a preparação para a disputa da Série D em menos de duas semanas.

Pelo cronograma traçado pelos gestores do Operário, as atividades devem começar no dia 7 de junho, 40 dias antes da estreia na competição nacional. De acordo com Dorli Michels, os contatos com os atletas que interessam ao clube ponta-grossense já vem sendo feitos, com pretensão de fechar a lista de jogadores na próxima semana. “Iniciamos esta semana a preparação, já fazendo os contatos com aqueles que nos interessam e pretendemos começar as atividades dia 7 de junho”, diz o dirigente, que assim como na montagem do elenco para o Campeonato Paranaense, evita adiantar nomes. A medida é uma forma cautelosa de evitar possíveis “furos” nas negociações em andamento e que poderiam acabar não se concretizando.

Entre as pretensões do Operário para a Série D estariam jogadores conhecidos e que atuam no futebol paranaense,que inclui nomes como Cambará, Rudi, Dangelo, Gottardi, entre outros. A diretoria ainda segue com a meta de renovar com parte do elenco que disputou o estadual com a camisa alvinegra, como os jogadores Osmar, Cassiano, De Lazzari, Leonardo, Serginho Paulista, Dario, Vinícius, entre outros jogadores que compuseram o elenco no primeiro semestre.

A semana ainda deve ser decisiva nos bastidores alvinegros. O ingresso de mais um integrante no Grupo Gestor deve ser definido “nos próximos dias”, garante Dorli.

O dirigente afirma que um eventual novo integrante na gestão do futebol profissional em Vila Oficinas não teria ligação com outro clube ou jogadores. “Procuramos uma pessoa que nos ajude, para dividir tarefa e que tenha um papel importante em trazer jogadores, mas isso não significa que tenha um elo com algum clubes e jogadores”, despista. O “novo integrante” em questão, seria uma empresa especializada em agenciar jogadores.

O dirigente garante que caso o gestor não venha a acontecer, não haverá qualquer mudança no planejamento do clube para o segundo semestre. “A continuidade do trabalho não depende disso (da chegada de mais um gestor), estamos fazendo o nosso trabalho, em paralelo a toda essa negociação”, garante.

Por Jeferson Augusto (DCMais – 26/05/2010).

Os comentários estão encerrados.