Ivan, Cassiano, Vinícius, Dario e Gilson; Diego Zanuto, Zé Leandro, Cambará e Rilber; Tardeli e Léo Gazola. A escalação, ainda que um pouco improvisada, relaciona alguns dos jogadores que integraram o elenco que defendeu o Operário na Série D e que têm contratos com o alvinegro com extensão suficiente para atuar no Paranaense do ano que vem.

Descontados nomes de jogadores que atuam pelos juniores, o Operário tem, de acordo com a listagem fornecida pelo BID acumulado da CBF, 15 jogadores com contratos vigentes até maio, ou, em alguns casos, dezembro de 2011. Além dos onze listados acima, já possuem vínculo registrado com o alvinegro o goleiro Osmar, os volantes Péricles, Zé Leandro e Lucas, além do lateral-direito Lisa, que apesar de emprestado antes do fim do Estadual deste ano, ainda tem contrato com o Operário até maio do ano que vem.

Foto: ASSEGURADO Ivan é um dos jogadores do Operário com contrato até o fim do Paranaense do ano que vem

ASSEGURADO Ivan é um dos jogadores do Operário com contrato até o fim do Paranaense do ano que vem

Pelo BID acumulado, dos jogadores que atuaram em Vila Oficinas no Brasileiro neste segundo semestre mas que não tem contratos que os garantem no estadual estão os atacantes Edenílson, Baiano e Ícaro, o meia Edson Grilo, o lateral Rogerinho, todos, com seus vínculos se encerrando no fim do ano.

Curiosamente, a defesa, setor que se destacou na campanha alvinegra na Série D, à exceção de Ivan, Cassiano e Gilson, não tem continuidade garantida no Paranaense. Leonardo, De Lazzari e Fabiano, trio defensivo que atuou na reta final da competição nacional, tem contratos se encerrando também em novembro e dezembro.

A diretoria do Operário afirma que a negociação com os atletas, cujos contratos ainda não foram renovados ,deve ser feita nos próximos dias. Em alguns destes casos a permanência em Vila Oficinas deverá ser dificultada. Baiano, Grilo e Rogerinho têm vínculos com as equipes que defenderam na Divisão de Acesso (Arapongas e Roma, respectivamente), e que logo após o acesso à primeira divisão do ano que vem já manifestaram interesse em segurá-los. No caso de Baiano, há ainda a concorrência com equipes de outros estados. Nas quartas de final da Série D dirigentes do Madureira teriam se interessado pelo atacante.

O Operário mantém o cronograma de iniciar a pré-temporada no início de dezembro, ainda em local indefinido, a diretoria tenta repetir o programa feito para o Estadual deste ano, quando o elenco se preparou em Tibagi. O Paranaense de 2011 começa no dia 23 de janeiro.

Por Jeferson Augusto (Diário dos Campos – 20/10/2010).

Os comentários estão encerrados.