O que era para ser confirmado há quase uma semana, ganhou ares misteriosos e se tornou um grande balão de ensaio. O treinador do Operário ainda segue sem ser confirmado pelos gestores do clube, e com a indefinição, rumores e nomes são especulados, em número cada vez maior.

Se na semana passada o clube afirmava estar dividido entre três nomes, hoje garante que as opções são maiores. A direção do clube vai além e garante que o novo treinador não é do Paraná e chega a citar a expressão ‘nome de peso’. “Com certeza é alguém fora do Paraná, que não aqueles nomes conhecidos no estado. Como se trata alguém de fora, envolve várias coisas, então os contatos estão muito adiantados, mas ainda não foi acertado, outros nomes surgiram nas negociações e optou-se por definir após o feriado”, explica Dorli Michels. “Mas vamos definir isso o quanto antes, precisamos sentar e acertar o mais urgente possível, pois temos um planejamento definido e ainda temos que acertar definições de jogadores”, completa o dirigente.

Foto: ‘BALÃO DE ENSAIO’ Márcio Máximo é um dos ‘vários nomes’ na lista de prováveis técnicos do Operário

‘BALÃO DE ENSAIO’ Márcio Máximo é um dos ‘vários nomes’ na lista de prováveis técnicos do Operário

Na roda dos nomes ventilados como virtuais treinadores do Operário estão o ex-comandante flamenguista Rogério Lourenço, admitido pelo próprio Dorli como integrante da lista de possíveis treinadores do alvinegro, juntamente com Wilson Gottardo e Márcio Máximo, cujo currículo inclui trabalhos sem seleções como Tanzânia (África) e Ilhas Cayman (Caribe), além de equipes de base do Brasil e times menores do futebol carioca.

A especulação dos nomes cotados também passa pelo novo parceiro do Operário, uma empresa do Rio de Janeiro, e que chega ao clube com poder decisão dividido com o próprio Dorli. “É uma gestão compartilhada, são parceiros e então as decisões são tomadas juntas’, explica o dirigente.

O Operário garante a manutenção de seu cronograma, com início de sua pré-temporada no dia 1 de dezembro, e apresentação oficial de equipe e comissão técnica ocorrendo cinco dias antes. A preparação para o Campeonato Paranaense, que começa no dia 16 de janeiro, será nos mesmo moldes da que foi realizada este ano, em uma cidade vizinha a Ponta Grossa. Para 2011, a pré-temporada será em Reserva, já que o estádio em Tibagi, palco da pré-temporada do ano passado, está em reformas.

Por Jeferson Augusto (DCMais – 17/11/2010).

Os comentários estão encerrados.