O Operário Ferroviário estreou com derrota na Série D do Campeonato Brasileiro. Jogando fora de casa, contra o São José no sábado, a equipe de Vila Oficinas perdeu por 1 a 0.

A tão esperada estreia alvinegra na Série D demorou para começar. Sem a presença de um desfibrilador, equipamento médico exigido pela CBF, o árbitro André Luis Paes não permitiu o início do confronto no Passo D’Areia. Apenas cerca de trinta minutos depois do horário previsto é que enfim a primeira partida do Operário na Série D teve início.

Enfrentando um gramado ruim e um adversário fechado, a equipe ponta-grossense teve um começo de jogo bastante complicado, em um confronto sem grandes oportunidades, e na primeira chance que deu ao São José, sofreu o revés. Rafael Oliveira abriu o placar para os donos da casa, antes dos quinze primeiros minutos de jogo, na pequena área.

O Operário sentiu o gol sofrido, e com um meio de campo sem muita criatividade, encontrava dificuldades em chegar ao gol do São José. A grande chance do empate veio somente no último lance do primeiro tempo, com Edenílson, livre, desperdiçando.

Na volta do intervalo, Caçapa optou por mexer na defesa. Entendendo que Leonardo não vinha bem, o treinador colocou Fabiano, em busca de mais segurança no setor defensivo.

A equipe ponta-grossense ameaçava uma pressão sobre o time o gaúcho, mas ao mesmo tempo que em que investia ofensivamente, o Operário se expunha a perigosos contra-ataques. Aos 15 minutos do segundo tempo, Caçapa promoveu a segunda alteração, tirando Eduardo Rato e efetivando Tardeli, em busca de melhor movimentação no ataque.

A pressão alvinegra aumentou ainda mais com uma bola na trave colocada por Gilson. Para aumentar o poderio ofensivo, Léo Gazola entrou no lugar de Cambará, e com isso o alvinegro passou a ter três atacantes. Apesar de algumas investidas que levaram perigo à meta do São José, a mudança não surtiu efeito, e o Operário ficou sem marcar.

A chance do alvinegro se recuperar será no próximo domingo (25), quando a equipe fará sua primeira partida em casa, recebendo o Joinville, no Germano Krüger.

Por Jeferson Augusto (DCMais – 18/07/2010).

Os comentários estão encerrados.