A ascensão do Operário à Série C do Campeonato Brasileiro depende de seu confronto contra o Madureira, do Rio de Janeiro. As duas equipes fazem um dos confrontos das quartas de final da Série D nacional, e os vencedores garantem vaga na terceira divisão nacional no ano que vem.

A meta do clube ponta-grossense, de brigar pela vaga na Série C diante de um rival mais fraco, falhou após a derrota em casa para o Joinville por 1 a 0, no último sábado. Restou ao alvinegro ir para as quartas de final pelo índice técnico, como segundo melhor perdedor da terceira fase.

O Operário terá pela frente uma equipe de relativa tradição no futebol nacional, tendo que decidir sua classificação no campo do adversário. A partida de ida das quartas de final será no domingo, no Germano Krüger. O regulamento é o mesmo da segunda fase, ou seja dois jogos, vence quem somar o maio número de pontos, tendo os gols marcados fora de casa como critério de desempate. Em caso de dois resultados iguais, decisão nos pênaltis.

Foto: NÃO DEU Plano do Operário de fugir de adversários fortes nas quartas de final falhou após derrota para Joinville

NÃO DEU Plano do Operário de fugir de adversários fortes nas quartas de final falhou após derrota para Joinville

Diante disso, o time ponta-grossense precisa de uma vitória e empate, ou dois empates tendo marcado mais gols no Rio de Janeiro, para subir à terceira divisão do Campeonato Brasileiro.

A tarefa não será das mais fáceis ao time de Pedro Caçapa. O Madureira fez a melhor campanha na primeira fase, em um grupo que tinha Tupi, de Minas Gerais, Cene, do Mato Grosso do Sul, e Botafogo, de Ribeirão Preto. Nas fase seguintes, mostrou força em ‘mata-matas’: eliminou o Ri Branco empatando o primeiro jogo, fora de casa, e em seguida venceu no Rio; depois, bateu o Uberaba, vencendo em Minas e apenas administrando a volta em casa.

Ao Operário, resta repetir o desempenho que apresentou diante do Metropolitano, quando venceu por 1 a 0 no Germano Krüger, e na volta venceu por 3 a 2.

“Agora a gente não tem que ficar escolhendo, é trabalhar forte e ir brigar por essa vaga na Série C. A gente perdeu em casa, isso uma hora isso ia acontecer, mais cedo ou mais tarde, melhor que aconteceu quando podia”, analisou o técnico Caçapa após a derrota para o Joinville, o primeiro revés diante de seu torcedor nesta Série D.

Para o primeira parte da série decisiva Caçapa poderá ter o retorno de Ivan, Cassiano, Fabiano e Rogerinho, todos ausentes da derrota para o Joinville.

QUARTAS DE FINAL DA SÉRIE D
América/AM x Joinville
Operário x Madureira
Uberaba/MG x Araguaína
Vila Aurora/MT x Guarany/CE

Por Jeferson Augusto (DCMais – 5/10/2010).

Os comentários estão encerrados.