foto do jornal DCMais (19/05/2010) - Treino Paranaense 2010

Competição não irá começar em 18 de julho, conforme previsto, e caso a CBF divulgue a tabela na próxima semana, campeonato pode ter início no dia 25

A Série D, que terá sua segunda edição este ano e a presença do Operário Ferroviário, se tornou uma problema nas mão da CBF. A entidade ainda não divulgou a tabela da competição, e teria até ontem para fazer, caso quisesse cumprir seu cronograma, traçado no começo do ano.

A previsão inicial da CBF era de iniciar a quarta divisão nacional no dia 18 de julho, entretanto, como tabela e regulamento de todas as competições devem ser divulgadas com no mínimo de 60 dias de antecedência, o início da Série D não irá acontecer na data prevista.

As equipes participantes da competição nacional ainda sequer foram definidas, e a CBF estendeu o prazo para os clubes detentores das vagas informarem se vão ou não participar do torneio. O prazo, que se encerraria no último dia 14, segue até a próxima sexta-feira.

Diante deste cenário,a primeira rodada da competição nacional aconteceria na melhor das hipóteses uma semana depois do previsto, no dia 25 de julho.

O regulamento da Série D prevê a participação de 40 clubes, divididos em grupos regionalizados. Porém, a CBF não descarta a realização de um campeonato mais enxuto, caso as desistências cheguem a um número muito elevado.

O atraso no início da Série D é visto como bons olhos pela diretoria do alvinegro, que vê o postergamento da competição como uma chance de aperfeiçoar o planejamento do clube. A diretoria afirmou, na semana passada, quando confirmou a presença na Série D através de um ofício enviado à Federação Paranaense de Futebol (FPF), que pretende renovar com pelo menos oito jogadores que atuaram no estadual deste ano, mas que irá dar início às atividades somente quando tiver sido definida a tabela é que definirá as próximas ações.

O adiamento em pelo menos uma semana no início da competição nacional não deve ser suficiente para que o Operário possa contar com atletas que estão disputando a Divisão de Acesso paranaense. Um imbróglio na Justiça fez com que a Segundona estadual também tivesse seu início adiado, e a competição, que caminha para a sua segunda rodada, deve acabar somente em agosto.

A tendência é de que o Operário tenha como primeiros adversários os times do Iraty, Joinville, Metropolitano e Marcílio Dias, os três últimos de Santa Catarina, além de São José e Pelotas, do Rio Grande do Sul. Como o regulamento prevê a formação de grupos com quatro equipes, é possível ainda que uma equipe do Mato Grosso do Sul como possível adversário.

Por Jeferson Augusto (DCMais – 19/05/2010).

Os comentários estão encerrados.