Alvinegro enfrenta o Iraty hoje, fora de casa, pela segunda rodada do octogonal final; adversário terminou primeira fase em terceiro lugar e vem de empate na primeira rodada

O Operário Ferroviário terá pela frente na tarde de hoje a equipe com melhor desempenho entre os participantes do Campeonato Paranaense, excetuando a dupla Coritiba e Atlético.

O Iraty, adversário da partida de hoje, agendada para às 15 horas, terminou a primeira fase na 3ª colocação, melhor posição entre os interioranos do Estadual deste ano. A equipe da cidade vizinha nos últimos anos ganhou fama como exemplo de planejamento entre times menores.

Este ano, o ?Azulão?, como também é chamado, teve sua performance para o Estadual se sobressaindo. Por conta do regulamento e a manutenção do supermando, a tônica entre praticamente todos os times pequenos foi investir pouco, e evitar, a qualquer maneira terminar nas últimas posições na zona da classificação (sétimo e oitavo, que se ausentam de seus estádios e peregrina pelo estado na fase final).

O Iraty, conhecido pelo trabalho que faz nas categorias de base, montou seu elenco para o Paranaense deste ano baseado na promoção dos atletas vindos da base. Seu grande investimento, basicamente, foi na contratação do técnico Gilberto Pereira.

A fórmula deu certo e o clube terminou primeira fase do campeonato em terceiro, superando o Paraná Clube e por pouco não tomou a segunda posição e um ponto extra do Atlético.

Na primeira fase, quando se enfrentaram no mesmo Emílio Gomes, o Iraty venceu por 3 a 1, em uma partida que deflagrou a primeira crise da equipe ponta-grossense na competição.

Na condição de favorito, o Iraty tenta a primeira vitória na fase final. Na quinta-feira a equipe empatou em casa com o Paranavaí. O primeiro tropeço dos anfitriões serve de motivação para o Operário. “Não tem o que temer, o nosso time vem bem, e se chegarmos com uma marcação firme, com essa pegando que a gente vem mantendo nos últimos jogos, podemos jogar de igual para igual. Essa fase agora é assim, o Paranavaí foi lá e conseguiu um empate”, acredita o técnico Caçapa.

Para o treinador, a principal arma do adversário do Operário hoje é a bola parada, curiosamente, foi neste tipo de jogada que o time ponta-grossense sofreu seus últimos dois gols, contra Serrano e Cascavel, originados a partir de um escanteio. “A equipe deles é muito boa na bola parada, então temos que ter uma atenção redobrada neste tipo de jogada”, alerta o treinador.

Os ingressos para o jogo de hoje serão vendidos apenas em Irati, a partir das 10 horas, aos preços de R$ 20 e R$ 10. A Polícia Militar informa que está proibida a entrada de bandeiras, faixas, instrumentos e até camisetas de torcidas organizadas dentro do Estádio, durante o jogo.

Os comentários estão encerrados.