Pedro Caçapa formalizou ontem aquilo que já havia indicado no meio de semana. O técnico do Operário comandou na tarde de sexta-feira o último treino coletivo antes da partida contra o Madureira, pelas quartas de final da Série D do Campeonato Brasileiro.

Para a primeira partida contra o time carioca, o treinador alvinegro lançou mão de Edenílson, jogador que apesar de acumular o maior número de gols marcados pelo Operário na Série D (três), nas três últimas partidas passou a ser opção, figurando no banco de reservas.

Ícaro, titular desde a segunda fase da competição nacional, dá lugar a Edenílson, na única grande alteração feita por Caçapa para o jogo de amanhã. O técnico mantém a predileção pelo 3-5-2, e Ivan, Cassiano, Fabiano e Rogerinho retornam.

Foto: DE VOLTA Rogerinho é um dos quatro jogadores que retornam ao time titular no jogo de amanhã

DE VOLTA Rogerinho é um dos quatro jogadores que retornam ao time titular no jogo de amanhã

“O Edenílson é um jogador que se movimenta bem e é mais de área do que o Ícaro, jogou bastante com o Baiano, com grande entrosamento e vinha entrando bem nas partidas”, justifica o treinador.

“É lógico que não fiquei contente (com a reserva), mas isso só aumentou a minha vontade. Se eu ficasse insatisfeito, de cabeça baixa, não ia adiantar. O único jeito de voltar era trabalhando. E conseguiu marcar nas vezes que entrei e pude ajudar a equipe. E agora não pode parar, não é porque voltei a ser titular que vou me acomodar, o Ícaro é um grande jogador e também vai brigar muito para voltar, será uma briga saudável, que só ajuda o Operário”, afirma Edenílson, que na segunda fase, quando foi para o banco, marcou duas vezes, ambas contra o Metropolitano, em casa e em Blumenau. Antes, o jogador havia marcado na estreia do Operário no Germano Kr6uger, diante o Joinville.

Com isso o Operário deve começar o duelo contra o Madureira com Ivan, Leonardo, De Lazzari e Fabiano; Cassiano, Diego Zanuto, Cambará, Edson Grilo e Rogerinho; Baiano e Edenílson.

O jogo de amanhã é fundamental para as pretensões do Operário. Jogando em casa, a equipe ponta-grossense precisa de um bom resultado para levar a decisão ao estádio em Conselheiro Galvão, na zona norte do Rio de Janeiro, no próximo sábado. O duelo vale o acesso para a Série C do Campeonato Brasileiro.

Os ingressos para a partida de amanhã já estão à venda, por R$ 20, arquibancada, e R$ 50, arquibancada coberta.

Por Jeferson Augusto (DCMais – 9/10/2010).

Os comentários estão encerrados.