Após vencer o São José, alvinegro encara o Metropolitano na próxima fase, no dia 5; diretoria procura fechar com “pacote” de jogadores dos dois melhores times da Divisão de Acesso

A sofrida vitória por 1 a 0 sobre o São José no último domingo rendeu ao Operário Ferroviário a vaga na segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro, e para a sequência da competição, o time ponta-grossense terá um intervalo de quase 15 dias de “folga”, além de reforços em seu elenco.

A tabela da quarta divisão opõe o alvinegro diante do Metropolitano, de Blumenau, que encerrou a primeira fase na primeira colocação no grupo A10. As duas equipes fazem o primeiro confronto no dia 5 de setembro, no Germano Krüger. A volta do “mata-mata” ocorre no dia 12.

Com “folga” de quase duas semanas, o técnico Caçapa espera recuperação de atletas contundidos, além da vinda de reforços. Minutos após o alvinegro conseguir assegurar a terceira vitória por margem mínima neste campeonato, Dorli Michels, gestor do clube ponta-grossense, anunciou a pretensão de contratar mais jogadores.

Foto: SEGUE VIVO Gol de Tardeli garantiu o Operário na próxima fase da Série D do Campeonato Brasileiro

SEGUE VIVO Gol de Tardeli garantiu o Operário na próxima fase da Série D do Campeonato Brasileiro

O pacote de reforços viria da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense, recém-terminada. Do Arapongas, a diretoria negocia com pelo menos dois atletas: o meia Grilo e o atacante Baiano, o mesmo que defendeu o alvinegro no Estadual deste ano e na Divisão de Acesso no ano passado. Já do Roma, podem vir dois nomes: o lateral-esquerdo Rogerinho e o meia Safira. Dorli afirmou que pretende fechar com estes jogadores e contar com eles ainda esta semana. Entretanto, o dirigente afirmou que pretende trazê-los somente se aceitarem as propostas feitas pelo clube, descartando oferecer quantias “absurdas” pelos jogadores.

As contratações viriam para suprir lacunas no elenco alvinegro. O Operário tem o pior ataque de todos os participantes da segunda fase, com apenas três gols marcados em seis jogos. Baiano, vice artilheiro da “Segundona” viria com missão de aumentar produção ofensiva do clube, sobretudo em uma fase em que gols fora de casa, até agora algo inédito para o alvinegro na Série D, são um dos critérios de desempate. Já Grilo ou Safira são alvos para uma posição na qual Caçapa não conta com um especialista, já que Danielzinho vem sendo improvisado na armação. Rogerinho viria para compor o elenco, que não conta com ala esquerdo de ofício, já que Gilson, machucado, não deve jogar este ano.

Até o jogo de ida contra o Metropolitano o técnico Caçapa pretende seguir com a mesma preparação que vinha fazendo na primeira fase. Um amistoso no domingo, possivelmente contra Roma ou Arapongas, vem sendo analisado por diretoria e comissão técnica.

Por Jeferson Augusto (DCMais – 24/08/2010).

Os comentários estão encerrados.